Dinheiro pode comprar a Felicidade?


Alguma vez você já pensou: “Se eu tivesse (pense em algo que você queira muito, dinheiro, bens, qualquer coisa), eu seria a pessoa mais feliz do Mundo!”?

Quer se trate de uma casa maior, um carro mais potente ou espaçoso, ou um salário melhor.

Mas a pergunta que te faço é:

O Dinheiro pode realmente comprar felicidade?

Por décadas os pesquisadores vem fazendo essa pergunta e o resultado é uma quantidade de conhecimento sobre esse assunto. Mas sem se chegar, exatamente a nenhum resultado fechado.

Um dos estudos, feito através de entrevistas, descobriu que o bem estar emocional aumenta com o aumento do salário, mas até determinado valor, depois que conseguem este valor, não há mais nenhum efeito sobre a felicidade.

Outra pesquisa diz que não é a quantidade de dinheiro que se tem que traz a felicidade e sim a forma como se gasta esse dinheiro.

E por falar em gastar, abaixo estão 3 maneiras de gastar dinheiro de forma que ajude a aumentar a sua felicidade.

1 – Com Experiências de Vida ao invés de Ítens Materiais

A aquisição de experiencias de vida, ao invés de coisas materiais, pode aumentar sua satisfação e felicidade.

Experiências podem satisfazer muitas das suas necessidades psicológicas e contribuir para o seu bem-estar, mais do que, uma bolsa de couro de marca, um carro de luxo ou um iPhone. Experiências que ajudam a moldar sua identidade, que te ajudam a crescer e se desenvolver, e dessa forma, melhorar sua conexão com as outras pessoas conectando-se a eles, é de inestimável valor.

Um grande número de pessoa não dá valor a esse tipo de experiência, psicológica e de melhoria do ser (apesar de que atualmente, muita gente anda revendo valores). E há pesquisas que comprovam que dado um dinheiro na mão das pessoas, o “impulso” de um grande número, é comprar algum bem de valor material, ao invés de investir em algo que proporcione melhores e maiores experiencias de conhecimento e vida.

Mas porque isso acontece?

  1. Compras materiais são tangíveis.
    Você pode me dizer que compras materiais duram mais, dão mais ritmo a vida, deixam lembretes tangíveis da compra, enquanto que as experiências, simplesmente deixam lembranças. Mas pense bem.. lembranças podem durar muito mais do que qualquer presente material, não acha? Pense nisso!
  2. Você Sente a Euforia Momentânea .
    Você já parou para pensar quanto tempo durou “aquele” sentimento, sobre comprar algo material novinho em folha? É como se a satisfação fosse comprar e daí esse sentimento começa a ficar menor do que o sentimento ANTES da compra, então pouco tempo depois, já estamos nos focando novamente em um carro melhor, uma casa maior e um salário acima do que acabamos de conquistar. Alguns consumidores, dormem em filas para comprar o mais novo dispositivo tecnológico da Apple, você sabia disso? E alguns anos, (em alguns produtos até meses), eles voltam as filas para algo mais recente, pois começam a considerar suas comprar ultrapassadas.
  3. Você Quer Impressionar os Outros.
    Manter o que eu chamo de “status pelatus”, faz com que as pessoas comprem mais do que precisam. E de onde vem isso: Vem em olhar por cima do muro a casa do vizinho, e achar que para ser feliz, você precisa ter o que o vizinho tem. Mas pensemos, esse jogo de comparação, sempre traz consigo um sentimento de derrota, insegurança e infelicidade geral.

Curiosamente, gastar dinheiro com uma Experiencia motivadora, somente para mostrar ou agradar outra pessoa, tb te deixa com esse sentimento de frustraqção ou infelicidade.

2 – Doar Aos Outros

Gastar dinheiro com os outros, pode te dar uma sensação muito maior do que quando gasta com você. Pensar nos outros, colocar o outro a frente, ajudar a aplacar a necessidade alheia, cria uma sensação, em uma grande maioria de tempo, maior do que comprar algo para você.  Doar, é um grande passo! Doar é um dos requisitos apresentados pelo Feng Shui para atrair boas energias

3 – Buscar Segurança Financeira e acabar com a Dívida

Ter segurança financeira é importante, principalmente quando aparecem situações desafiadoras. As necessidades básicas também tem que ser atendidas, acho que isso é bem óbvio. Um Estudo descobriu que apesar do Dinheiro NÃO significar necessariamente aumentar a felicidade, ele também não diminui a tristeza.

Outro desafio que muitas pessoas enfrentam é pagar as suas dividas. Quer se trate de empréstimos estudantis, Dívida de Cartão de Crédito ou Contas Médicas, uma dívida pode prejudicar sua capacidade de ser feliz. Alguns profissionais na área financeira, recomendam o pagamento de dívida como prioridade, SEMPRE! Eles argumentam que apesar das experiencias de vida serem de suma importancia, as pessoas não devem se comprometer com dívidas, principalmente com cartões de crédito para que isso aconteça. Pois o stress para o pagamento de grandes dívidas será maior do que qualquer apreciação da propria experiencia. Pelo lado positivo, no  entanto, pagar as suas dívidas, melhora a saúde, e traz inúmeros benefícios psicológicos.

Pois é, o dinheiro compra muita coisa. Mas ele não é o responsável por manter nossa felicidade. Se ele for usado de forma útil, tanto para nós, quanto para o auxílio do próximo, ele estará aumentando essa pequena parcela que cabe a ele, de nossa felicidade.

Mas depois de tanto blá blá blá, o que você me diz: o dinheiro pode ou não pode comprar a felicidade?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *